Principais conquistas 

Principais Conquistas

Entre as muitas conquistas, podemos destacar:

 

* Durante as negociações de 1985, os trabalhadores da Bayer ganharam o direito aos 30% de adicional de periculosidade, conquista que foi muito importante para a aquisição da sede definitiva do Sindiquímica/BR.

* Através da iniciativa dos representantes dos trabalhadores de Belford Roxo, foi realizada uma lista para arrecadar contribuições espontâneas entre os associados e trabalhadores com valores de 100, 200 ou 300 cruzeiros (moeda corrente da época) para a compra do terreno onde hoje está situada à sede do Sindiquímica/BR. Esta contribuição contou com a participação de todos. Antes, durante o período de negociação com as empresas de Belford Roxo era necessário alugar um local próximo às empresas para realizar as assembleias com os trabalhadores. 

* Criação da Comissão de Fábrica (vide texto abaixo)

* Gratuidade dos Transportes de Pessoas Portadoras de Deficiência

Etc…

 

Comissão de fábrica

 

                                                                                   Assista ao vídeo sobre os 20 anos de Comissão de Fábrica da Bayer no Brasil

A relação entre empregador e empregado nem sempre foi de total harmonia. Insatisfações e problemas são comuns, gerados na maioria das vezes pela falta de comunicação ou informações e percepções erradas e/ou distorcidas. 

Neste contexto, o sindicato sempre se questiona “Como enfrentar as questões de conflitos internos dentro da rotina da empresa?”

Com o intuito de encontrar a resposta, em 1987 tiveram inicio as primeiras tentativas de diálogo com a empresa para a criação de um canal de comunicação aberto e direto, o que na época não foi fácil, tendo esta tentativa se arrastado sem sucesso e paralisado em 1989 com o rompimento das relações entre sindicato e empresa, após uma greve que teve duração de 16 dias. Este rompimento trouxe várias consequências como a demissão de diretores sindicais, proibição de acesso às dependências da empresa e a negociação do acordo coletivo de 1989 realizada na sede da Firjan.

Ainda com o firme propósito de diálogo o sindicato decidiu, em assembleia ordinária, pela criação da pauta para a negociação do acordo coletivo de 1990, junto aos trabalhadores, incluindo, além das discussões econômicas e sociais, a solicitação da criação de uma comissão de fábrica, com o objetivo de tratar as demandas de assuntos internos como transporte, restaurante, assistência médica, assistência odontológica, entre outros. Amparado pela convenção da Organização Internacional do Trabalho (OIT), da qual a Bayer é signatária, e que trata especificamente da Organização no Local de Trabalho(OLT), o sindicato tem êxito e os trabalhadores conquistam o direito de constituírem uma comissão permanente para representação dos trabalhadores junto à direção da empresa.

O trabalho é iniciado sendo criada uma comissão de estudos para a elaboração do estatuto da comissão de fábrica que contou com aproximadamente 110 colaboradores escolhidos pela empresa, divididos em subgrupos de discussão. O estatuto foi finalizado e a sua assinatura foi homologada em solenidade realizada em 06/11/1991, o que é considerado um ato histórico e um grande marco para a relação entre trabalhador e empresa.

Hoje, a comissão de fábrica atua ativamente junto com o sindicato em discussões relevantes como PLR, Previbayer e rede de trabalhadores, além de mediar conflitos e demandas internas em busca de equilíbrio na relação capital x trabalho gerando um ambiente saudável e harmonioso. A comissão de fábrica tem em sua história de lutas, grandes conquistas e uma delas em destaque foi a criação da cooperativa de crédito mútuo dos trabalhadores da Bayer.

Atenção Associados

Seu nome*:

Nome da Mãe*:

Dependentes

Nome: Nascimento:

Nome: Nascimento:

Nome: Nascimento:

Nome: Nascimento:

Endereço

Rua/Numero:

Bairro:

Cidade:

Cep:

Telefone*: Celular:

E-mail*: Email de Contato:

×